Em Curitiba, Dilma escapa de ser atingida por balões de água

quinta-feira, 21 de outubro de 2010.

CURITIBA - Assim como José Serra (PSDB) ontem, a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, também foi alvo hoje de uma tentativa de agressão. Ao percorrer uma rua no centro de Curitiba, no Paraná, a petista escapou de ser atingida por três balões cheios de água que foram atirados de um edifício na sua direção.

O incidente ocorreu depois que Dilma desistiu de caminhar pela rua XV de Novembro e subiu num jipe junto com os senadores eleitos Roberto Requião (PMDB) e Gleisi Hoffmann (PT), além do candidato derrotado ao governo do Paraná Osmar Dias (PDT). Os balões laranjas cheios de água acertaram pessoas que acompanhavam Dilma.

A candidata ainda percorreu mais meio quarteirão antes de entrar numa van para seguir sua agenda de campanha em Pinhais (PR). Segundo a prefeitura de Curitiba, o jipe que levava Dilma e o carro de som que a acompanhava foram multados por infringir as leis de trânsito da cidade, uma vez que está proibida a circulação de veículos na rua XV de Novembro.

Ontem, ao fazer campanha pelo Rio de Janeiro, Serra foi atingido por por uma bobina de adesivos de papel.

Comentários:

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |