Recebi por e-mail

sábado, 19 de fevereiro de 2011.
LUTA DOS ESTUDANTES E TRABALHADORES CONSEGUEM BARRAR O AUMENTO DA TARIFA DE ÔNIBUS EM BELÉM!
 
A situação do transporte público em Belém é um dos piores do país, todos os dias trabalhadores e estudantes utilizam ônibus superlotados e sucateados. No inicio do ano o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Belém (Setrans-Bel) já anunciava um possível reajuste no preço da tarifa de ônibus de R$1,85 para R$2,15. Várias outras capitais do País também sofreram reajustes nas Tarifas de ônibus, enquanto a qualidade do transporte público só abaixa, o preço das passagens só aumenta.

            Diante disso os estudantes e trabalhadores foram às ruas mostrando a importância e força da unidade da esquerda para lutar pelo passe livre para estudantes e desempregos e dizer um “Não!“ a esse aumento abusivo que beneficia só os empresários, pois enquanto o salário mínimo aumenta apenas 6%, a proposta de reajuste da tarifa seria de 16%.

Organizamos vários atos em Belém: aos domingos na Praça da República, passamos abaixo-assinados e fizemos uma passeata que reuniu aproximadamente 300 ativistas, até o prédio da Prefeitura Municipal de Belém no dia 03/02, já na prefeitura pressionados pela nossa mobilização, que exigia prestação de contas e verificação nas planilhas das empresas, conseguimos marcar uma audiência pública com o Prefeito que será no dia 23/02, às 9h, no Cine Olympia. Após isso tiramos calendários de atividades e estamos em mobilização permanente.

Tivemos uma grande vitória, pois nossa luta conseguiu barrar o aumento da tarifa de ônibus por tempo indeterminado, foi divulgado hoje em um dos jornais de principal circulação local que a Companhia de Transportes do Município de Belém (CTBel), recusou ontem (17/02) a proposta de reajuste imediato da tarifa de ônibus.

Ainda foi estabelecido que pelo menos um domingo do mês, os ônibus circulassem de forma “gratuita”, o que começa a valer a partir do próximo dia 27/02. Essa determinação foi baseada na Lei Municipal nº 8779. (http://ee.diariodopara.com.br/).

Esta nova lei que beneficia a população de Belém com ônibus gratuitos um domingo por mês também é fruto de muita luta do movimento estudantil. Pois ano passado o prefeito Duciomar (PSDB) concedeu perdão de mais de R$ 80 milhões em dívidas fiscais para os empresários, além de reduzir a alíquota do Imposto sobre Serviços (ISS) para as empresas de ônibus urbanos, de 5% para 2%.  A direção do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Belém (Setrans-Bel) garante que a gratuidade terá custo aos usuários e que este percentual deve ser acrescido à planilha durante o período de negociação para reajuste da tarifa dos coletivos.

Não aceitaremos que a “gratuidade” tenha um custo para a juventude e trabalhadores de Belém, exigimos GRATUIDADE PLENA, TRANSPORTE PÚBLICO BARATO, DE QUALIDADE E PASSE LIVRE PARA ESTUDANTES E DESEMPREGADOS.

Comentários:

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |