Chuang tse e a Borboleta

terça-feira, 29 de março de 2011.

Conta à lenda que o sábio taoísta Chuang tse, ao dormir, sonhou ser uma borboleta, mas ao acordar se perguntou: será que eu era antes Chuang tse sonhando ser uma borboleta ou sou agora uma borboleta adormecida, sonhando ser Chuang tse?
Um
a Uma vez eu sonhei que era uma borboleta,
voando entre as flores e arbustos do jardim.

Tudo era tão concreto e real
que em momento nenhum do meu sonho
suspeitei que a borboleta era eu
ou que eu fosse a borboleta.

Para todos os efeitos possíveis e imagináveis,
eu era, eu agia e eu realmente me sentia uma borboleta,
cumprindo o destino de uma borboleta qualquer.
De repente, eu acordei
e lá estava eu, sendo a pessoa que eu sempre fui
- ou que sempre imaginei ser.
Sei muito bem
que entre um homem e uma borboleta
há tantas diferenças fundamentais e insuperáveis
que a transformação de um no outro
é algo simplesmente impossível de acontecer no mundo real.
É por isso que, desde então,
eu nunca mais tive sossego
quanto à minha verdadeira identidade.

Pois não há nada que me permita saber,
com toda certeza e rigor,
sem nenhuma margem de dúvida,
se eu sou verdadeiramente um homem,
que um dia sonhou que era uma borboleta,
ou se eu sou uma borboleta,
sonhando que é um homem.

Comentários:

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |