Deu No Blog Da Edilza Fontes

quinta-feira, 17 de março de 2011.

O PT e as eleições de 2012 em Belém


Tomei conhecimento de possíveis articulações do PT, junto com o PSOL para e eleições de 2012 em Belém. Já ouvi muita gente do PT defender o apoio para Edmilson na sua candidatura. Ouvir também muita gente defendendo a necessidade de sair com candidatura própria e já há uma carta da bancada do PT de vereadores em Belém indicando o vereador Alfredo para prefeitura.

 Meu entendimento é que pela primeira vez, depois de 1996 0 PT vai para uma disputa sem ser favorito para o segundo turno. Será uma eleição muito disputada e dependendo do numero de candidatos, ou seja, do fracionamento da oposição á Duciomar  Costa pode favorecer candidaturas já construídas por muitos anos.
 Quem são estás candidaturas?
A candidatura do hoje deputado federal Arnaldo Jordy, já vem sendo construída há vários anos . Só candidato a prefeitura, ele já concorreu três vezes. Hoje têm um grande argumento de ter sido o deputado federal mais votado em Belém.
A candidatura do ex-prefeito Edmilson, que já tem uma história de gestão municipal e marcou a história de Belém,  é uma candidatura construída, o que atesta os votos recebidos em Belém, em torno de 73 mil votos, que se comparados ao votos de Jordy para deputado federal, é maior seu aporte, pois o numero de candidatos para deputados estadual era três vezes maior.
Hoje, o ex-prefeito Edmilson tem um lastro, quando comparado com a administração de Duciomar. É uma candidatura forte. Seu calcanhar de Aquiles é a sua capacidade de ampliar sua candidatura em um segundo turno.
A candidatura do deputado José Priante está também consolidada. Será uma candidatura forte no primeiro turno, principalmente se ganhar o processo contra Duciomar. Sua candidatura poderá tomar um fôlego novo.
 Estas são as candidaturas postas, construídas e com possibilidades de irem para um segundo turno.
A possibilidade do PT ir para disputa bem posicionado, depende de saber escolher um bom candidato e saber articular um arco de alianças.
 Temos os outros partidos que podem alavancar estas candidaturas, estou falando no primeiro turno. O PSB provavelmente não saíra com candidatura própria. Poderá se coligar com o PPS ou com Priante? Ou o com o candidato do PSDB.
O PV será coligado de quem? Ele está fora do governo Jatene e fora do governo federal, como partido.  Poderá assumir algum cargo federal no Pará? Não sei. Saiu  do governo Duciomar?
Falando em Duciomar, ele lançará candidato? Ou o PTB se aliará com o PSDB? A quem?
 O que eu quero lembrar, é que um nome não se levanta de uma hora para outra. Belém, já tem três grandes candidaturas, com perfis diferentes, com histórias políticas diferentes e com compromissos diferentes. Podemos dizer que já temos candidatos para todos os gostos e, se a conjuntura não mudar provavelmente teremos um dos três ou até dois deles no segundo turno.

Comentários:

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |