O Anarquismo em Poucas Palavras X Parte

sábado, 19 de março de 2011.
Contra as Sociedades de Massas


            A anarquia é incompatível com a uma sociedade de massas. As sociedades de massas são demasiadas complexas para que possam existir sem qualquer espécie de controle, sem alguma forma de especialização para controlar e organizar a produção e a distribuição entre a sociedade. Esta especialização cria uma sociedade dividida entre aqueles que controlam e os que são controlados, alienando a nossa capacidade de autonomia.
             Nesta sociedade a experiência direta entre os indivíduos e a capacidade de se organizarem livremente de acordo com suas afinidades e desejos é potencialmente prejudicada.

             A sociedade de massas também é responsável não só pela alienação entre os individuos, é resposável igualmente pela alienação humana em relação a natureza. Favorecendo uma falsa distinção entre humanos e natureza.
             As sociedades de massas são ecologicamente insustentáveis, pois para abastecer tal sociedade quantidades cada vez maiores de recursos precisam ser extraídos constantemente para a o seu funcionamento, o que ocasiona problemas ecológicos bem conhecidos hoje.
           Para construirmos uma sociedade anarquica temos que ter em mente a descentralização das comunidades humanas, devemos construir uma comunidade o suficiente pequena para que todos os individuos sejam honrados e que nossa experiência direta entre os indivíduos e a natureza não seja comprometida.

Comentários:

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |