O Anarquismo em Poucas Palavras XII Parte

segunda-feira, 21 de março de 2011.
Patriarquismo

"Para o início da mudança para a civilização, uns dos primeiros produtos da domesticação é o patriarquismo: a formalização da dominação masculina e o desenvolvimento das instituições que a reforçam. Criando falsas distinções e divisões sexuais entre homens e mulheres, a civilização novamente cria um "outro" que pode ser "coisificado", controlado, dominado, utilizado e transformado em produto. Isso ocorre paralelamente à domesticação de plantas na agricultura e animais para criação, em uma dinâmica geral, e também específica, como é o caso do controle da reprodução. [...]
O patriarquismo exige a subjugação feminina e a usurpação da natureza, nos impulsionando a aniquilação total. O patriarquismo define o poder, o controle e o domínio sobre a vida selvagem, a liberdade e a vida. O condicionamento patriarcal domina todas as nossas interações; com nós mesmos, nossa sexualidade, nossa relação uns com os outros e a nossa relação com a natureza. Isso limita severamente o espectro de possíveis experiências. - Green anarchy collective - O que é a anarquia Verde? Uma introdução ao pensamento e prática anarquista anti-civilização


Combater as dominações que alteram e prejudicam as interações naturais entre os individuos e entre os individuos e o planeta significa direcionarmos nossas lutas contra uma das fontes de todas as domesticações: O patriarquismo. A luta pela anarquia é uma luta anti-patriarcal, e esta é uma luta para ser travada cotidianamente, identificando as 'impregnações' do patriarquismos em nossas relações entre nós mesmos e entre a natureza.

Comentários:

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |