Proxima Estação

quarta-feira, 16 de março de 2011.
A vida segue
compaçada e tão metodica
que mais parece uma sonata,
de uma nota só, só... só...

Trova, raios e trovões
E o trovar me consome
E o poema me constrói
Meu atelier é o busão

Lábios da poetiza
Gelo e fogo me aterrorizam
E a vida segue como o poema:
Proxima estação

Comentários:

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |