O Anarquismo em Poucas Palavras XVII

sexta-feira, 8 de abril de 2011.
Contra o Roubo da vida - Contra o trabalho

Boa parte de nossas vidas, de nossas tardes , de nossas manhãs e noites são roubadas pelo trabalho. E na maioria dos casos trabalha-se em lugares que não gostamos, fazendo coisas que não gostamos e tudo isso simplesmente para comprarmos coisas que na realidade não precisamos.
Bob Black em "A Abolição do Trabalho" afirma que "estamos tão próximos do mundo do trabalho que não conseguimos ver o que ele faz conosco".
O trabalho nos empobrece, arruína nossos espíritos, nos enfraquece como indivíduos capazes de desenvolver as mais diversas habilidades e de enfrentar e experimentar as mais diversas situações.
Ao contrário do que a mídia, o Estado, os partidos e sindicatos, a esquerda e a direita, o clero e a escola afirmam, o trabalho não é sinônimo de atividade humana, trabalho é sinônimo de alienação humana. O trabalho é o roubo de nossa energia criativa para os fins que não nos interessam e que geralmente são prejudiciais a nós mesmos e ao planeta.Vamos encarar a realidade, ninguém trabalha porque quer, somos induzidos ao trabalho porque o Estado e o capital trabalham juntos para garantir a sobrevivência às custas da humanidade e da Terra, e para isso bombardeiam nossas mentes 24 horas por dia com a mentira de que existe somente esta forma de viver (trabalhar e pagar contas), de que não podemos viver de outra maneira. Fora disso é ilusão, loucura!
E quando acreditamos nessa mentira, acabamos com as nossas vidas trabalhando em lugares que não gostamos, fazendo coisas que na realidade não nos interessam.
Se desvincilhar do universo do trabalho através da construção da autonomia é um projeto vital para retomarmos o controle e o significado de nossas vida.

Comentários:

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |