Apenas: Sonho.

segunda-feira, 23 de maio de 2011.

Olhar...contemplação...marca...admiração...fulgor...
Flor de lilás cor, perfume do sol, cor de giz Color

Seus olhos meus olhos seus sonhos meus sonos
Pra lembrar lembrete papel de parede risquei meus sonos

Lembro-te; papel riscado na parede, um numero de telefone
Amar de amante amiga sonar de sonhar a sina de amor consome

Consuma-se, consumo, consuma, consumido, consumida, perdeu-se!
Ao lado de lá da próxima parada, perdido em outras estradas, deu-se!

De lá eu saio, te encontro rabo de araia ao meu lado, acordo!
Consumo-te na folha, em mais uma linha, no lápis, concordo!

Vejo-te! Dormes tão serena que mais parece um anjo
Também não quero te acordar, tenho outro plano

Vou dormir e te ver, contemplar outra vez em outro sonho
Escrever-te flor de outono que és como estas e sonho

Acordo sonhando, vendo... olhando... enxergando...contemplo...
Deitar de novo ao teu lado. Sei que não acordo e apenas sonho


Comentários:

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |