Do Blog Da Edilza Fontes

sexta-feira, 6 de maio de 2011.

Fábrica de embalagens metálicas se instalará em Santa Izabel no próximo ano

“Nós demos todo o apoio para que a Crown decidisse montar uma fábrica no Estado”, afirmou o secretário de Estado de Projetos Estratégicos, Sidney Rosa, ao receber a visita, nesta quarta-feira (4), do gerente da empresa no Estado, Renê Maia, acompanhado do vice-presidente da Associação Comercial, Industrial, Agropastoril e Serviços de Santa Izabel do Pará, Walmir Batista, e do prefeito do município, Marió Kató.
Segundo Sidney Rosa, a Secretaria de Projetos Estratégicos (Sepe) recebeu a proposta de implantação de uma unidade da Crown no Estado, intermediou a reunião com o governador Simão Jatene e viabilizou incentivos fiscais para a empresa, uma multinacional norte americana do ramo de embalagens metálicas.
A previsão é que a fábrica seja instalada no município de Santa Izabel (Região Metropolitana de Belém) no primeiro trimestre de 2012. De acordo com Renê Maia, serão gerados 85 empregos diretos e 70 terceirizados. A fábrica deverá atender a demanda do Norte e parte do Nordeste, abastecendo empresas como Schincariol, Coca-Cola e Ambev.
Renê Maia disse que o Pará foi escolhido devido ao crescimento registrado, considerado acima da média de outros Estados, além da ampliação do mercado de bebidas. Para Walmir Batista, o porte da empresa vai contribuir para a expansão da economia local. “Acreditamos também que a multinacional vai atrair novas empresas”, acrescentou.
Energia - O prefeito Marió Kató, um dos defensores da instalação da Crown na região, disse que “o município ansiava por isso, porque é ainda uma cidade dormitório”. Segundo Kató, a multinacional já foi beneficiada, com a implementação no ano passado de uma subestação de energia elétrica, que tem capacidade para atender a demanda da fábrica. Antes, explicou o prefeito, a pouca oferta de energia era um entrave à instalação de indústrias. “Hoje, se tornou um atrativo”, completou.
O prefeito também ressaltou que a multinacional atrairá novas empresas e diversificará a produção local. Hoje, a economia de Santa Izabel do Pará é baseada na avicultura e horticultura. Conforme o prefeito, 55% da produção de frango do Estado saem do município, que ainda integra o cinturão verde, responsável pelo fornecimento de hortaliças para a capital paraense.

Outro ponto destacado por Marió Kató é a cadeia de fornecedores que a Crown movimentará no município. “Apesar dos incentivos fiscais que a empresa virá a ter, a geração de ICMS que teremos mais tarde, depois do fim do benefício, nos dará retaguarda”, complementou.

Na avaliação do prefeito, a instalação da Crown é um marco para o desenvolvimento do município. “É a primeira indústria que vem se instalar depois que Santa Izabel foi incluído na Região Metropolitana de Belém”, informou.

Com investimento de R$180 milhões, a unidade da Crown no Pará vai produzir 1 bilhão de latas por ano, com perspectiva de dobrar a produção em dois anos. No Brasil, a multinacional possui fábricas em São Paulo, Sergipe, Paraná e Amazonas, que produz há cerca de sete anos tampas de alumínio, para abastecer indústrias do grupo.

Giovanna Zanni - Sepe

Comentários:

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |