Do Blog No Divã Com A Bia

domingo, 22 de maio de 2011.

A vida continua...

É impressionante como os relacionamentos passados que não tiveram um fim almejado ainda influenciam muitas pessoas. No entanto, isto só ocorre quando a pessoa cria uma “barreira” de modo que a impeça de ter novos relacionamentos. Deve-se ressaltar que hodiernamente este tipo de comportamento não é mais um “privilégio” apenas da ala feminina. Nota-se que muitas queixas também advêm de homens que são independentes, formados, possuem uma estabilidade financeira etc. e acabam caindo no mesmo erro: se fechando a novos relacionamentos pelo simples fato de que um relacionamento passado não deu “certo”.
As decepções amorosas fazem com que o receio de sofrer novamente se sobressaia à tentativa de encontrar alguém o qual corresponda as suas expectativas. É natural o medo de que não te retribuam da maneira que você deseja ocorra, no entanto ao deixar que isso seja um obstáculo para manter um relacionamento futuro não é a melhor solução. Quem tem medo disso não entende nada de amor e, conseqüentemente, acaba afastando a hipótese de encontrar alguém que realmente te respeite, valorize e que goste de você da maneira esperada.
Outro fator que acaba afastando a pessoa de ter um novo relacionamento é a idealização do (a) parceiro (a) perfeito (a). Neste caso, a pessoa tende a procurar alguém que tenha todas as características o qual considera relevante em um (a) parceiro (a), além de procurar alguém que tenha gostos em comum com o seu.
Porém, será que existe o amor perfeito? Ou melhor, será que existe essa pessoa perfeita que tanto almejamos? Uma pessoa que pense como você, que tenha os mesmos gostos que o seu, as características que você busca em um parceiro (a).
De acordo com Miguel Cervantes: “Amor e desejo são coisas diferentes, nem tudo que se ama se deseja e nem tudo o que se deseja se ama.”
Se alguém nos apresentasse a pessoa perfeita devíamos reconhecer que nem todos somos dignos de tê-la. Felizes aqueles que amam e são amados por esta pessoa. Entretanto, para aqueles que ainda estão à procura desse alguém, espero que saibam aproveitar as oportunidades que a vida lhe dá: de serem felizes e que não passem a vida correndo atrás de algo que não existe até mesmo porque não existe perfeição.
Seria extremamente monótono conviver com alguém semelhante a você em tudo, o relacionamento cairia logo na rotina, procure sempre alguém que vá acrescentá-lo em algo. Os relacionamentos sólidos e maduros são construídos dos altos e baixos que a vida lhe proporciona, aprendemos muito mais com a diferença: a ceder na hora certa, a ter a humildade de reconhecer que estava errado etc.
Diante disto, Fernando Veríssimo relata brilhantemente em um poema que o ideal seríamos se encontrássemos a pessoa errada. Segundo ele:
“Pensando bem, em tudo o que a gente vê, e vivencia, e ouve e pensa, não existe uma pessoa certa pra gente. Existe uma pessoa que, se você for parar pra pensar é, na verdade, a pessoa errada. Porque a pessoa certa faz tudo certinho: chega na hora certa, fala as coisas certas, faz as coisas certas, mas nem sempre a gente tá precisando das coisas certas. Aí é a hora de procurar a pessoa errada.
A pessoa errada te faz perder a cabeça. Fazer loucuras. Perder a hora. Morrer de amor. A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar, que é prá na hora que vocês se encontrarem a entrega ser muito mais verdadeira.
A pessoa errada é, na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa. Essa pessoa vai te fazer chorar, mas uma hora depois vai estar enxugando suas lágrimas. Essa pessoa vai tirar seu sono, mas vai te dar em troca uma noite de amor inesquecível. Essa pessoa talvez te magoe. E depois te enche de mimos pedindo seu perdão. Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado, mas vai estar 100% da vida dela esperando você, vai estar o tempo todo pensando em você.
A pessoa errada tem que aparecer pra todo mundo. Porque a vida não é certa. Nada aqui é certo. O que é certo mesmo, é que temos que viver cada momento, cada segundo: amando, sorrindo, chorando, emocionando, pensando, agindo, querendo, conseguindo. E só assim é possível chegar àquele momento do dia em que a gente diz: ‘Graças a Deus deu tudo certo’. Quando, na verdade, tudo o que Ele quer é que a gente encontre a pessoa errada para que as coisas comecem a realmente funcionar direito pra gente.”
Portanto, meus amores, enquanto isto não ocorre. A vida continua...
Bia           
P.s: Dedicado ao Alê, que sugeriu o tema!

Comentários:

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |