A "Farça": Bin Laden Não Morreu!

terça-feira, 3 de maio de 2011.

Nota explicativa: Quem acessou o site ontem, terça, deve ter visto o a farça , farça com cedilha que na verdade é proposital, mas as vezes eu esqueço que não estou escrevendo poema e que é dever de quem proseia escrever com mais detalhes que puder para as pessoas entenderam com  facilidade, neste sentido peço desculpas por ter esquecido de colocar as aspas para indicar que não era realmente a farça que eu queria dizer, mas sim a farsa da farça da morte de Osama, prosa é dose...

No ano que vem tem eleições para governador, presidente, deputados e senadores nos estados unidos certo? O atual presidente está com a moral em baixa e isso prova nas pesquisas de baixa na popularidade certo? O DEMOCRATA partido de Obama é de longe o menos favorável para a vitória nas eleições parlamentares certo? O antigo presidente Bush foi reeleito após ter invadido o Iraque e deposto o "carrasco do povo" do poder com o velho senso de justiça americano, lembrado inclusive em discurso de Hillary após a "morte" de Bin Laden, certo? e o que tudo isto tem haver com a "morte" de Bin Laden? Bem primeiro quero que vocês leiam a matéria abaixo que foi retirada de um dos blogs que foi tirado do ar sem ter nem pra que, aí vai, leiam é importante:

Os que acreditam em teorias da conspiração ganharam mais um incentivo à crença nesta sexta-feira.

Reportagem do jornal britânico “The Guardian”

revelou que as Forças Armadas americanas estão desenvolvendo um software para manipular redes sociais como Twitter e Facebook por meio de perfis falsos. O objetivo é influenciar no que é dito nesses sites, disseminando propaganda pró-EUA e combatendo discursos “extremistas” e contrários ao país.

Contratada por US$ 2,76 milhões pela United States Central Command (Centcom), órgão que supervisiona operações militares dos EUA no Oriente Médio e na Ásia Central, a empresa californiana Ntrepid está criando o programa, que permitirá que cada agente americano controle dez perfis na rede.

O contrato exige do software que os perfis tenham origem em servidores baseados em vários lugares do mundo e possuam uma “história convincente” (ou seja, detalhes que passem a impressão de se tratar de uma pessoa real). A Centcom também pediu que o sistema permita que mais de 50 agentes sejam capazes de controlar as contas desde suas estações de trabalho nos EUA, “sem o medo de serem descobertos por adversários sofisticados”.

O governo americano designará um local – provavelmente na toda-poderosa base aérea MacDill, na Flórida – onde os agentes trabalharão exclusivamente nas redes sociais. Acredita-se que o contrato esteja dentro da Operação Earnest Voice (OEV), um colosso de estimados US$ 200 milhões criado originalmente para combater a presença on-line de apoiadores da al-Qaeda na guerra do Iraque e que estendeu sua atuação para o restante do Oriente Médio.

Por considerar ilegal direcionar o uso da tecnologia contra audiências americanas, a Centcom decidiu que toda ação será feita em línguas estrangeiras, entre elas árabe, farsi, urdo e pachto.

- A tecnologia suporta atividades blogueiras secretas de sites em línguas estrangeiras de modo a permitir que a Centcom combata extremistas violentos e propaganda inimiga fora dos Estados Unidos – afirmou o comandante Bill Speaks, porta-voz da Centcom.

O analista especializado em novas tecnologias Jeff Jarvis afirmou ao “Guardian” que o projeto é contrário à liberdade de expressão na internet e que seu único objetivo é controlar a sociedade.

Agora que vocês leram a matéria façam uma análise reflexiva comigo se os "Senhores da Guerra" são capazes de manipular, controlar, fiscalizar, reorientar, até os meios alternativos de comunicação quanto mais os meios tradicionais que menos de vinte minutos do anuncio da "morte" de Bin Laden já estavam propagando com o maior entusiasmo, “Morreu Bin Laden”, na verdade, verdadeira, o que a morte de Osama significa: uma grande jogada de marketing para um presidente com moral em baixa dentro e fora do seu país, Obama não conseguiu diminuir o poder de guerra e o desejo por ela que tem no coração de cada americano do norte e ainda mandou mais reforço para bases militares no estrangeiro, além é claro de ainda estarem acontecendo torturas e coisas horrendas na base de Guantánamo que o biltre disse que iria desativar, se muitos achavam que OBAMA era a esperança começaram a desacreditar, mas aí vem o herói e consegui capturar e matar Osama, mulher e Filho e os donos das maiores tecnologias do mundo ainda apareceram com fotos e DNA, que é claro foi feto por quem?
Há muito mais do que uma morte na propaganda que se faz da captura de Osama é um discurso simbólico no vazio, acreditar que o mito ritualizado do personagem de Osama vai desaparecer é crer no absurdo, OSAMA VIVE, OSAMA NÃO MORREU, NÃO VAI MORRER E NEM SERÁ CAPTURADO!!! OSAMA POR MAIS ABSURDO QUE POSSA PARECER É O GRITO DE MILHÕES, BILHÕES CONTRA O SENSO DE JUSTIÇA AMERICANO!!!

2 Comentários:

salomao disse...

cara...
se realmente as pessoas pararem pra analisar isso tudo elas perceberam que realmente a toda poderosa "nação americana" controla tudo o que eles querem.
voces acham que realmente eles jogaram o corpo do terrorista no mar ?
claro que não isso só foi uma forma do mesmo não se tornar um mártire que seria idolatrado por muitos e acabaria manchando a reputação "vitoriosa" dos EUA.

Tiago Sousa disse...

Mais um erro, não sei se proposital de terem feito isto, de não mostrarem evidencias evidenciaveis da morte de Osama, meu caro Salomão, como eu disse na matéria seria como se Obama tivesse tentando matar a todos aqueles que discordam do senso de "justiça" norte-americano, e todos sabem é impossível, matar o simbólico, o ideal, o que há de mais pessoal nas ideias, é loucura, impossível, sandice, etc.etc.etc.

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |