Record = Religião = Arma!

terça-feira, 24 de maio de 2011.

A matéria foi apresentada pela jornalista Ana Paula padrão, falava sobre o Afeganistão e como os grupos extremistas se utilizam da religião para controlar e atingir seus objetivos através dos homens bomba, se não estivesse na Record não sairia tão irônico a frase que disse a jornalista no final da matéria: -... E assim continuam com o seu domínio usando esta “grande arma”. A “grande arma” que a jornalista se refere é a religião, a matéria trata do Afeganistão, mas o que dizer da Record? Que se utiliza também da religião no sentido estrito da palavra utilizada pela jornalista “Arma”.
Aqui não temos homens bomba e nem crianças bombas, daquelas que usam explosivos para se autodetonar e levar alguns com eles, mas aqui nós temos cracolândias, pessoas que se matam no transito como um ultimo suspiro contra o sistema, meninos que catam lixo pra sobreviver, uma pá de gente que “se perde” para o crime organizado, etc. e não tem como negar que as religiões com suas teologias da prosperidade contribuem para a andança do sistema e caminha lado a lado com o capitalismo selvagem que destrói o ser humano quanto identidade autocrítica e ser pensante.  
A arma em questão
Tanto faz ser daqui
Ou do Afeganistão

É o uso mal feito
Que fazem de javé
O Jeová que é vendido
Não é geré

Construído com o tempo
Suas palavras ao vento
De religião em religião
Sua imagem virou tormento

Comentários:

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |