Do Blog Do Airton Faleiro

quinta-feira, 9 de junho de 2011.

Uma eleição cheia de surpresas políticas e pautada pelos interesses locais

O candidato Alexandre Lunelli, do PT, venceu a eleição suplementar, realizada no último sábado,05, no município de Brasil Novo, no Oeste do Estado. Lunelli venceu o candidato José Carlos, do PSB.
Brasil Novo fica localizado na rodovia Transamazônica a 46 km de distância de Altamira no rumo de Itaituba.
Alexandre Lunelli havia sido derrotado nas eleições de 2008, por Carlos Caetano (PR),que,por muitos anos, pertenceu as fileiras do PSDB.
A derrota foi por uma diferença de apenas 86 votos. Alegando fraude eleitoral, Lunelli recorreu à Justiça Eleitoral com o argumento de que o candidato Carlos Caetano , havia comprado votos.
A justiça depois de obedecer aos tramites legais decidiu pela cassação do prefeito Carlos Caetano. Quem assumiu a prefeitura foi o vereador Lindomar Garcia, PTB, conhecido como Santos, que era o presidente da Câmara Municipal e que ficou encarregado de organizar as nova eleição.
Santos ficou no cargo de prefeito por até a conclusão dos seus dois anos de mandato como presidente da Câmara.
Eleita uma nova mesa Diretora da Câmara Municipal, que assumiu a prefeitura foi a vereadora Fátima, nova presidente da Câmara.
Neste período a Justiça eleitoral marca a data da nova eleição, para o dia 05 de junho deste ano.
Ai se inicia a costura política na busca da composição das chapas que concorriam ao pleito.
Ocorre a primeira surpresa
O então candidato a vice-prefeito, na chapa de Alexandre Lunelli, José Carlos, PSB, se apresenta como candidato a prefeito em outra chapa, desta vez na chapa contrária a Alexandre, de quem tinha sido candidato a vice no pleito anterior.
Para encurtar a história, se consolidam duas chapas. Uma encabeçada por Alexandre Lunelli ,do PT, tendo como vice o vereador Aurino Martins, do PMDB e outra, encabeçada por José Carlos,do PSB, tendo como vice Rogério Oliveira, do PSDB, representando o agrupamento do prefeito cassado Carlos Caetano.
Segunda surpresa
Como já mencionamos, a candidatura petista contou como vice em sua chapa o Vereador Aurino do PMDB, que contou com apoio do partido local, mas não contou em seu palanque com o principal cacique político do PMDB da região, Domingos Juvenil. Contrariando a deliberação do PMDB local, o deputado Ozório Juvenil, filho de Domingos juvenil, não só não foi ao palanque do do candidato de seu partido como foi no palanque do candidato adversário, Jose Carlos, PSB.
Terceira surpresa
A eleições em Brasil Novo não dividiu apenas as lideranças do PMDB. Um grupo do PSDB, (histórico adversário do PT) identificado politicamente com deputado federal, Wandenkoken Gonçalves, optou por apoiar Alexandre do PT e Aurino do PMDB.
Os tucanos locais se vestiram de vermelho e foram ás ruas pedir votos para o numero 13. Certamente o que moveu este gesto dos tucanos não foi uma aproximação ideológica com o PT, e sim uma espécie de vingança Á direção local do PSDB, que nas eleições de 2010 ao invés de apoiar Wandenkoken . DO PSDB.ez campanha para deputado federal para Lira Maia do DEM, que agora se encontrava no palanque do José Carlos.
Não sei se podemos configurar como surpresa, mas o certo é que diante do fraco desempenho de seu candidato, nas intenções de votos, o governador Simão Jatene não se fez presente no município para prestar o apoio anunciado ao candidato Zé Carlos.
A chapa composta por Alexandre e Aurino, em se tratando de alianças, contou ainda com o apoio do PDT e PV e extrapolou os limites partidários na medida em que contou em suas fileiras eleitorais com a maioria dos pastores evangélicos, igreja católica, comercio local e as organizações sociais historicamente ligados ao PT o que veio lhe consagrar uma vitória de tantos votos.
Alexandre Lunelli teve 5.210 dos votos válidos,ou 55,94% do eleitorado, contra 4.104, do segundo colocado, ou 44,06%.
Em seu discurso,o prefeito reprisou o que vinha falando durante a campanha, que a vitória era uma vitória da justiça e que vai servir de exemplo para outros pleito, como uma form a de deixar claro que comprar votos,além de ser crime, e deve ser banida da processo eleitoral.
Alexandre Lunelli disse ainda que a vitória dele representava o voto da esperança,já que o município se encontra em situação
Caótica, principalmente pela situação de inadimplência e a ausência de serviços básicos, que devem ser prestados às população.
Lunelli conclui pedindo solidariedade das autoridades e compreensão do povo, para com o município de Brasil Novo. Ele disse ainda que se sentia desafiado,para que, num prazo de um ano, e meio, que lhe resta de mandato como prefeito, possa iniciar as mudanças necessárias.

Comentários:

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |