A Execução de Osama

sábado, 11 de junho de 2011.

Este assunto já foi tão desgastado que vou abordá-lo aqui de maneira diferente, é que a ordem de assassinar Osama só deu certo graças a duas das principais promessas de campanha de Obama que, naturalmente, foram descumpridas, a primeira seria a abolição da tortura e a segunda o fechamento da base de Guantánamo, bom... Já foi demonstrado e comprovado por muitos que o governo de Barack só conseguiu localizar Osama graças à tortura indiscriminada na base de Guantánamo de enviados da Al-Qaed além do jogo sujo e da falta de esclarecimento de muitos aspectos da operação que levou a morte de Bin Laden ficou uma pergunta no ar, cadê a porra do humanismo do Obama?
Um amigo na universidade me perguntava:- Qual a sua perspectiva anarquista de Bin Laden? Ele era apenas um Homem ou um sanguinário?
Eu o respondi da seguinte maneira, pense em um homem que é levado pelo ideal de um país que é o maior defensor da “Liberdade”, onde todos os direitos possíveis são abonados pelo governo e que com muita luta tem dado esse gosto de liberdade a outros povos, imaginou? Agora imagine este mesmo cidadão vendo os seus Irmãos sendo massacrados, roubados e torturados por estes mesmos caras que ele achou que seriam os salvadores da pátria e ajudou diretamente como enviado especial, esta pessoa é Osama, ele quando foi mensageiro dos E.U.A no exterior tinha a convicção que estava fazendo o que era certo, no entanto imagine o desespero e a angustia quando ele descobriu que na verdade ele apenas estava servindo aos interesses imperialistas em detrimento da liberdade de seu próprio povo, acho sinceramente que tudo que Osama fez foi pouco para exprimir tudo isso.
Outro aspecto desta história é que qualquer coisa parecida em outra nação seria considerado desrespeito grave aos direitos humanos e a comunidade internacional iria ficar chocada. No Brasil por exemplo. Só que aqui as barbaridades contra os direitos humanos geralmente acontecem por omissão do estado, lá essas violações acontecem por ação direta do estado. 
            Sobre Osama Bin Laden: -Primeiro, ele era um homem. Então ele se tornou um mito. E então ele era apenas um homem”.
Premio Nobel da Paz, Barack Obama: - “A justiça foi feita".
                       Que justiça? Eu pergunto.

Comentários:

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |