Recebi Por E-mail

quarta-feira, 8 de junho de 2011.
 Notícia fresquinha, o projeto de lei elaborado por um deputado do PTB-SP (partido do vcs sabem quem) prevê a equiparação dos subsídios dos membros dos poderes Executivo e Legislativo com o dos ministros do STF, o teto do funcionalismo público.

"A PEC 5/2011 estabelece a fixação de subsídios para o presidente da República, o vice-presidente, ministros de Estado, senadores e deputados federais idênticos aos dos ministros do Supremo, hoje o teto do funcionalismo público." (Site Jusbrasil)

O mais hilário são os outros projetos de lei complementares, que trazem como justificativa o aumento da inflação, que justificaria uma revisão de “perdas” para nossos “pobres” ministros.

Novo projeto de lei para aumento de benesses de parlamentares.



"Já os PL's 7753/10 e 7749/10 estabelecem que os vencimentos mensais do PGR e dos integrantes do STF passam a ser, a partir de 1º de janeiro de 2011, de R$ 30.675,48. As matérias, enviadas em agosto de 2010 ao Congresso pelo Ministério Público e pelo Poder Judiciário, têm a finalidade de recompor as perdas decorrentes do processo inflacionário, com base no IPCA." (Site Jusbrasil)

Claro camaradas, como alguém com um salário de mais de 30 mil pode sobreviver com esse preço da carne como está?
A notícia na íntegra segue abaixo para quem interessar saber como rola o processo. É cada vez mais urgente uma articulação política entre os diversos setores da sociedade para frear esses absurdos.

Comentários:

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |