A Televisão Me Deixou Burro, Muito Burro demais I Parte

terça-feira, 14 de junho de 2011.
         É incrível como os apresentadores desses programinhas bem safados e fajutos desses policiais/trágico/cômicos que passam entre o almoço e três da tarde tem o mesmo pensamento, a mesma reação e o mesmo ponto de vista quando o assunto é violência e seus derivados. Quando falam de presos ou o sistema carcerário então aí a coisa fica feia, já ouvi, por exemplo, Nielsen Martins do SBT, Joaquim Campos da RBA/Bandeirantes e o Bunecão de Olinda da TV Record, que não recordo o nome, dizerem a mesma coisa esses “meninos que são presos e vão para a colônia de férias Eleno Fragoso” veja a mesma coisa para três cabeças de emissoras diferentes. Talvez o que me choque não seja os três terem o mesmo pensamento e sim fazerem uma afirmação dessas irrefletida e corrobora com o pensamento predominante que os detentos são pragas a sugar a população, veja... Não estou aqui a defender ninguém, mas o nosso sistema carcerário não foi planejado para reeducar? No entanto o que vemos não é exatamente o contrário? As cadeias brasileiras viraram escola/universidade para formação de bandidos, para quem não viu o vídeo do assassinato dos presos no Maranhão evento que culminou inclusive com a morte do que ficou conhecido como “mostro do Maranhão” o cabeça dos assassinatos tinha sido preso por roubar dois botijões de gás e lá dentro virou um assassino perigoso.
             Aqui está exatamente o meu choque como por raios alguém me explique que a TV vai ajudar pregando o ódio ao invés de fazer o povo refletir sobre tudo isso? A não ser, é claro, que isso não esteja nos planos da TV e que ela sirva apenas como uma maneira de por em pratica o pensamento predominante, articulando o sensacionalismo para a manutenção das formas de poder existentes e sinceramente a segunda opção me parece bem mais coerente...
  Já bem dizia O Pensador: - “a televisão existe pra te entreter que é pra você não ver que o programado é você”. Pensamento que não chega a ser fagulha é vento é uma frase de um dos meus poemas, ou seja, acabamos por nos tornar verdadeiros “cabeças de vento” sem saber, quando concordamos com absurdos como esses, estamos dando munição ao sistema, a manutenção do poder necessita da manutenção do pensamento, pessoas que pensam igual = poder mantido. Formula mágica.

Comentários:

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |