Gestão Superior esclarece sobre professores temporários

sexta-feira, 26 de agosto de 2011.
Aos docentes temporários da Uepa e à comunidade acadêmica:

A reitora da Universidade do Estado do Pará (Uepa), no uso de suas atribuições, esclarece que, em cumprimento à Lei Complementar 07/91, de 25 de setembro de 1991, e por decisão da Secretaria de Administração do Estado (Sead), determinou que a Pró-Reitoria de Graduação (Prograd), em conjunto com as direções de centro, coordenações de curso e chefias de departamento, desenvolvesse um estudo detalhado sobre a situação de lotação docente em toda a Universidade, com o objetivo de melhor redistribuir a carga horária em Ensino, Pesquisa e Extensão dos professores, e consequentemente, melhorar a qualidade da formação acadêmica.

Os trabalhos estão em andamento e irão subsidiar uma discussão com a Sead, no sentido de viabilizar a permanência, neste semestre letivo, dos professores com contratos a vencer ao final de setembro, para que o período letivo não seja interrompido. Reiteramos que nenhuma informação sobre desligamentos imediatos procedem, pois a Gestão Superior ainda irá discutir esta questão em diferentes secretarias do governo estadual. Qualquer decisão tomada não prejudicará o semestre em curso e será de conhecimento público.

Historicamente, a carência de pessoal docente e técnico administrativo sempre foi um dos grandes desafios para manutenção e desenvolvimento da Uepa. Nos últimos anos, com a consolidação desta Universidade e o crescente reconhecimento social, aumentaram as demandas por mais vagas e novos cursos, porém, o quantitativo de pessoal técnico e docente, previsto no Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS) permaneceu inalterado nos últimos seis anos, precisando ser rediscutido face ao Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) e às limitações orçamentárias do Estado.

Toda esta questão tem sido tratada de forma tranquila e madura pela Gestão Superior, em diálogo direto e permanente com os cursos, departamentos e representações estudantis de modo a tranquilizá-los, pois a solução para questões urgentes já foram encaminhadas. Por fim, atribuímos à divulgação de notícias inverídicas sobre demissões em massa de professores a grupos e pessoas que se sentem incomodadas com as medidas estruturantes em curso ou que querem antecipar disputas políticas no âmbito dos Centros.

Atenciosamente,

Marília Brasil Xavier
Reitora da Uepa

Comentários:

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |