Lei do Foda-se

sexta-feira, 12 de agosto de 2011.

 OBS: Vou começar uma série de três ou quatro postagens sobre a pena de morte.

       Final de semana passado eu assisti a alguns vídeos de ladrões que foram pegos pela população que fez justiça com as próprias mãos e é claro que eu fiquei chocado pelo modo como a população fez a “justiça” tinha alguns populares que pareciam se divertir com o que estavam fazendo, mas este modo de agir não resolve o problema e ainda cria outros (alguns dos vídeos podem ser vistos por canais como o youtube). Depois de ter visto a essas cenas horrendas fui conversar com um amigo e o que se passava na Tv na hora que eu cheguei criou um tenso debate entre eu e ele o tema da discussão foi à possível criação de uma pena de morte no Brasil.
 A problemática toda girou em torno de a defesa do amigo ser “essa história de que só vai morrer preto e pobre no Brasil com a lei é desses irresponsáveis que são contra a lei e saem por aí defendendo bandidos”. Não vejo problema em descrever o que vou descrever porque trata-se da mesma coisa que eu disse a ele.
Primeiro a critica da mídia tradicional burguesa a não adoção de pena de morte no país é pura e simples porque eles que estão lá no alto de sua brancura/alvura e de suas carradas de dólares em algum paraíso fiscal nas Bahamas e toda a sua pompa de formação em Sorbone não irão é claro ser atingidos pela lei, em outras palavras o peso da pena de morte no Brasil teria cor, conta bancária e faixa etária.
Levantamentos feitos pelo Ministério da Justiça dão conta que 65% da população carcerária Brasileira é formada por negros, sendo que desta mesma massa carcerária 95% são pobres. Ainda segundo levantamento do Ministério da Saúde 73,83% desta população são de jovens entre 18 e 34 anos. Estes dois levantamentos nos dão o perfil da maioria dos presos no Brasil, são de jovens entre 18 e 34 anos, pobres, negros e com baixa escolaridade.
Para aqueles que pensavam que a justiça no Brasil é cega se engana ela enxerga e muito bem. Nossa justiça é branca, tem os cabelos lisos, os olhos claros e uma pomposa conta bancária.

1 Comentário:

André Sombra disse...

Então Tiago, eu também sou contra a pena de morte no Brasil, quando vi o post pensei em comentar alguns fatores elementares, mais já fui bastante contemplado com os que você expôs juntamente com os números. E só vou acrescentar mais um dos fatores pelo qual sou contra pra enriquecer o debate, que é a questão do da "pena por engano", nos países que tem pena de morte, há um grande índice de penas aplicadas injustamente a inocentes, e quando descoberto já é tarde demais, não devemos esquecer q a justiça também se engana, quando isso ocorre em uma de prisão comum o reparo pode ser aplicado mais o que não ocorre com a pena de morte aplicada, e por esse risco de mortos por engano sou contra.

Outro motivo que sou contra, li em um artigo interessante da qual eu me esqueci o nome, mais tratava de uma proposta para o sistema prisional, dizia que o que acontece é que os presidiários dão gasto ao estado, mais a partir do momento que houver uma aplicação da pena de regime de trabalho intenso aos mesmos, acontecerá que em larga escala pode ocorrer uma inversão, uma vez capital gerado, possibilitando ao próprio sistema prisional suprir ao estado de seus gastos, inclusive com uma economia gigantesca para investimentos em outras áreas e o artigo citava exemplos onde isso funciona, o que não aconteceria com a pena de morte uma vez que estamos eliminando a mão de obra gratuita, além de não resolver o problema da criminalidade.

Nessa perspectiva é que sou contra, mais mudando um pouco de abordagem, outra questão interessante e polêmica que esse mesmo artigo que citei tratava, era a defesa da privatização de todo o sistema penitenciário brasileiro, algo que alguns podem pensar numa grande impossibilidade, e na dificuldade de uma empresa se interessar em tais ações, mais algo que me deixa pensando se seria a solução de tantos problemas, fim de gastos, estruturação e ressocialização.

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |