Professor = UEPA x UEPA = Professor

quarta-feira, 17 de agosto de 2011.
Na volta às aulas nesta segunda feira passada conversei com um dos professores que foi demitido e readmitido e o que ele me disse foi de difícil compreensão apesar de ter uma lógica simples, o problema é o seguinte; foi feito o concurso ultimo para professor da UEPA que iria exatamente suprir a carência de professor e por este motivo o Governo do Estado “fezes” uma negociação com o Ministério Público para que a cada um professor concursado fosse demitido um professor do quadro temporário (está lógica pra mim é idiota porque não leva em consideração nenhum outro aspecto a não ser o numero de professores da Universidade) e sendo assim os concursados iriam tomando aos poucos a sua posição o problema todo reside aí, porque segundo me informou o professor os professor concursados não estam indo para sala de aulas, tem professor que, pasmem!, está com uma carga horária de apenas quatro horas o que é claro derrubou por completo a expectativa que se tinha com a tal negociação.
O problema acima relatado pelo professor é muito mais um problema político da Universidade do que de estrutura, ou seja, a universidade fez concurso, contratou novos professores e mesmo assim precisa de temporários, pois a carga horária dos recém concursados é insuficiente. Esta perspectiva toda se desenha, pois os professores se engajam em “pesquisa e extensão” e deixam os alunos para segundo plano, por isso me disse o professor graças à demissão em massa anterior a sua carga horária dobrou.
E agora José? O problema é político e resolução do problema não pode vir de outro viés que não seja político também.  

Comentários:

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |