DESGOVERNO – Jatene debocha dos concursados

quarta-feira, 28 de setembro de 2011.
Um deboche diante do drama dos concursados, um contingente estimado em torno de 4.500 candidatos aprovadas em concursos públicos estaduais, realizados entre 2008 e 2010, mas ainda à espera de nomeação. Assim pode ser definida a iniciativa do governador tucano Simão Jatene, o Simão Preguiça (na fotomontagem), ao encaminhar para a Alepa, a Assembléia Legislativa do Pará, a 12 de setembro, um projeto que, se aprovado, permitirá ampliar de seis meses para um ano, prorrogável por mais um ano, a permanência de servidores temporários na administração pública estadual. Trata-se do projeto de lei complementar nº 02/2011, cujos efeitos se estendem a todas as instâncias da administração pública estadual, seja na direta, seja nas autarquias e fundações, como revela José Emílio Almeida, presidente da Asconpa, a Associação dos Concursados do Pará, no Blog dos Concursados (http://blogdosconcursados.blogspot.com/ ).
“Para a Associação dos Concursados do Pará, o projeto de Lei de Simão Jatene é, no mínimo, imoral e revela o quanto o governador do Pará despreza, não apenas os servidores efetivos, a quem trata com baixos salários e más condições de trabalho, mas a própria Constituição Federal, que determina o ingresso de servidores na administração pública, através de concurso”, assinala José Emílio Almeida. “Se de fato quisesse suprir a administração pública estadual de servidores, Jatene, que tem à mão cerca de 4.500 pessoas aprovadas em concursos públicos realizados entre 2008 e 2010, aguardando nomeação”, acrescenta. “Além, claro, de ofertar mais vagas em concursos públicos, como manda a Constituição”, arremata o presidente da Asconpa.

2 Comentários:

Anônimo disse...

É de fato lamentável a humilhação, com que passa os concursados nas mãos de um governo que não tem de fato compromisso com o povo decente e pacífico que sustenta esse governo insensível as causas legítimas da população. Os concursados estudaram fizeram investimentos e depois são simplesmente ignorados por esse governo que veergonhamente nem sequer respeita a constituição que no artigo estabeece que o ngresso no serviço público depende de concurso público.Jatene, Deus o responsabilizará em breve amém e amém.

Anônimo disse...

É de fato lamentável a humilhação, com que passa os concursados nas mãos de um governo que não tem de fato compromisso com o povo decente e pacífico que sustenta esse governo insensível as causas legítimas da população. Os concursados estudaram fizeram investimentos e depois são simplesmente ignorados por esse governo que veergonhamente nem sequer respeita a constituição que no artigo estabeece que o ngresso no serviço público depende de concurso público.Jatene, Deus o responsabilizará em breve amém e amém.

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |