Paredón

sábado, 29 de outubro de 2011.
O jornalista William Waack, apresentador do telejornalismo global é apontado nos documentos revelados pela Wikileaks como informante do governo americano.
Outros dois jornalistas que trabalham na Folha de São Paulo constam nos documentos divulgado pela organização criada por Julian Assange como prestadores de serviços sujos para os ianques.
A mídia tradicional, praticante do tal jornalismo investigativo, comeu abiu. Ficou caladinha e o fato como era de se esperar ganhou repercussão nas redes sociais.
O que será revelado sobre os lesa-pátrias da Veja?
Se fosse em Cuba todos iriam para o paredón e pra festejar o povo dançaria a noite toda a rumba regado a champola.

Comentários:

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |