SOLDADO DOS ESTADOS UNIDOS DIZ TER MATADO 255 E NÃO SE ARREPENDER

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012.
“A lenda”, “o exterminador” e “o diabo de Ramadi” são apenas algumas alcunhas pelas quais o atirador de elite reformado Chris Kyle ficou conhecido entre os colegas.
Entre 1999 e 2009, o então oficial do pelotão Charlie, terceiro grupo da força Seal da Marinha americana, construiu para si uma temida reputação como o atirador mais letal da história da corporação.
Oficialmente, o Pentágono registra 150 mortes no seu nome – o que em si já representa um recorde em relação ao anterior, de 109, até então mantido por um atirador durante a Guerra do Vietnã.
"Adorei o que fiz. Ainda adoro", escreveu o  atirador americano em seu livro
Entretanto, Kyle afirma que sua contagem é maior. Só na segunda batalha de Fallujah, no fim de 2004, diz, tirou a vida de 40 inimigos.
Em um livro da editora HarperCollins que chega às livrarias americanas, American Sniper  “Atirador de elite americano”, em uma tradução livre e literal  ele relata com detalhes o seu trabalho em quatro viagens de combate ao Iraque.
Adorei o que fiz. Ainda adoro. Se as circunstâncias fossem diferentes – se minha família não precisasse de mim – eu voltaria em um piscar de olhos, escreve o atirador.
NOTA DO MVIVA:
Quando se trata de atirar por traz de um binóculo dotado de visão infravermelha, escondido e camuflado com armas potentes de alta tecnologia, com apoio de imagens térmicas e  bastante precisas geradas de satélites, torna-se bastante fácil alcançar esta cifra macabra festejada por essa criatura nojenta, ser imundo e ignorante.Assassinar pastores e aldeãos do deserto impedidos de combater escondidos, não é façanha nem motivo para canticos de heroísmo.Quem deve ficar morrendo de rir deste tipo de bravata patriótica, são os atuais vietnamitas ao lembrarem como foi fácil derrotar a prepotência e a arrogância de seus invasores tendo como arma principal a coragem de se sacrificarem pela liberdade, por todas as futuras gerações.A lição ainda não valeu para alguns dos políticos americanos,gerentes hipócritas da doutrina da velha guarda, que pretendem se perpetuar como carrascos bélicos no comando do mundo inteiro.Serão,inexoravelmente,derrotados pela historia...

1 Comentário:

ANTONIO Valentim disse...

Partindo de americano, isso não me surpreende. Basta ver os filmes onde o herói é aquele que mata mais, sem piedade alguma.
Aliás, dizem que Osama Bin Laden inspirou-se nos filmes de Holliwoody para a execução do 11 de setembro.
(Postarei a matéria em meu blogue)
www.bloguedovalentim.com

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |