Governo Jatene faz lambança com o salário dos oficiais paraenses (Ou: “O rei Jatene”)

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012.

Somente no Pará uma categoria profissional terá um percentual diferenciado de reajuste salarial para cada nível hierárquico.

A partir do dia 1º de março o soldo de um 2º TEN passará de R$ 669,26 para R$ 1.021,36 (43%); de um 1º TEM, de R$ 721,26 para R$ 1.184,67 (51%); de um CAP, de R$ 887,72 para R$ 1.278,76 (38%); de um MAJ, de R$ 998,75 para R$ 1.419,34 (36%); de um TC, de R$ 1.109,65 para R$ 1.630,08 (39%); e de um CEL, de R$ 1.232,95 para R$ 1.666,58 (28%).

Para o Governo do Estado a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros não são instituições, mas verdadeiros bandos armados. Cada nível hierárquico é independente do outro, pelo menos para fins salariais. Uma verdadeira balbúrdia com os vencimentos dos milicos papa-chibés.

Na verdade, essa conduta se reveste de um inconteste autoritarismo e desrespeito a todos os militares paraenses, que até pouco tempo tinham uma LEI DE REMUNERAÇÃO, mas que no governo Jatene foi jogada no lixo.

Jatene desrespeitou a lógica, a lei, o bom senso e toda a classe militar.

Para quem jurou cumprir a Constituição e as leis dela decorrentes, Jatene está mais para Rei que Governador do Estado.     

No Pará, mais uma vez, lei é potoca!    

Comentários:

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |