Netão e a luta contra a Obesidade

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012.
Conheço o Neto desde que tinha 8 anos de idade, vi por muitas vezes o preconceito que ele sofreu por ser obeso, as vezes mesmo criança sem ter a compreenção do que é preconceito ficava revoltado com o que costumeiramente acontecia, por diversas vezes vi sua luta na tentativa de emagrecer, uma das últimas que me recordo foi quando ele passou a caminhar do centro da cidade até a Vila de Caraparú, distante daqui 9 KM. Força de vontade nunca lhe faltou, o Netão (para os íntimos) é um cara sençacional e com muito prazer conto sua história aqui, aproveitando o ensejo para pedir que os amigos blogueiros Izabelenses e de todo o estado e país que acessam este blogue reprduzam esta matéria ou criem a sua a fim de promovermos uma grande campanha na blogosfera, peço também para quem puder que deposite qualquer valor na conta abaixo ou entre em contato com ele para que em fim ele e sua familia gozem de dias melhores, acima o baner com a conta e os contatos e abaixo a matéria feita pelo Diário On Line (DOL):


Ayres Lopreto Neto, 29 anos, morador de Santa Izabel do Pará, luta desde a infância contra a obesidade mórbida. Com uma cirurgia de redução de estômago já agendada, o jovem tem o desafio de perder peso para passar pelo procedimento sem correr grandes riscos de complicações. Ayres está pesando 220 kg e a única solução para sua perda de peso é o implante de um balão gástrico. O jovem entrou em contato com a redação do DOL e fez um apelo. Ele informou que seu plano de saúde não cobre esse procedimento, orçado em mais de R$ 8 mil, e pede ajuda para quem puder contribuir com sua recuperação.
"A única solução para o meu caso é a cirurgia bariátrica. Em janeiro, recomecei um tratamento intenso para diminuir de peso", conta Ayres. O rapaz aguardou durante quatro anos pela cirurgia no Hospital Ophir Loyola e descreve a espera como "aterrorizante". "Cumpri várias etapas e, algumas vezes, fui liberado para a cirurgia, mas sempre tinha alguém que passava na minha frente", desabafa. Recentemente, ele conseguiu adesão a um plano de saúde particular, o que lhe abriu uma nova esperança.
DIFICULDADES
Pai de família, o jovem enfrenta várias dificuldades por seu excesso de peso. Uma delas é conseguir emprego. "Consegui me formar em Contabilidade no início deste ano, após ter abandonado o curso várias vezes. Mas preciso me empregar. Já cheguei a fazer testes, mas nunca fui chamado", relata.
Ayres também lembrou das dificuldades que ele, assim como outros obesos, passa no espaço público. “Não tem lugares apropriados para eu sentar nos locais públicos. Se eu quiser ir a qualquer lugar e ficar sentado, preciso levar minha cadeira”, conta.
Outro momento difícil é enfrentado nos ônibus de Belém. "Já passei por vários constrangimentos. Quando andava de ônibus, às vezes o cobrador ou motorista pensavam que eu não queria pagar a passagem, porque eu pedia para subir pela frente", lamenta.
O jovem quer ter uma vida normal e diz que a cirurgia traria de volta a sua liberdade. O maior sonho de Ayres, além de emagrecer, é o que para muitos pode parecer bem simples: correr na chuva.

Comentários:

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |