Violência no Pará

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012.
O Pará continua acumulando primeiras colocações em coisa ruim. A BR-316, no trecho metropolitano, é a estrada federal mais violenta do país. O Pará é campeão de crime contra jovens e adolescentes. Todos os dias pessoas são executadas nos municípios que circundam Belém e sempre pelo mesmo método.
O Governo, no lugar de encontrar soluções para dar tranquilidade e paz a população, resolveu brigar com os números. Os números que atestam a violência no Brasil são apurados pelo Instituto Sangari e a metodologia é uma só para todo País, aprovada pelo Ministério da Justiça.
O melhor a fazer é usar o números do Sangari como referência e cobrar mais ação dos órgãos públicos de segurança, integração de políticas públicas nas áreas sociais, de esporte e de cultura. Que tal o Governo criar cinco centro esportivos e espalha-los estrategicamente pela Região Metropolitana? Envolvam a juventude em programas esportivos e culturais de grandes proporções, isto pode ajudar a reduzir os índices de violência.
O Propaz é um pequeno e bom programa, mas não se pode esperar que dele surjam as soluções, é muita responsabilidade atribuir-lhe o papel central de coordenar as políticas públicas de combate a violência, muitos fatores desaconselham esta solução, e nem se pode usar o Dieese para esta tarefa de confrontar os números, não vai funcionar, o próprio Roberto Sena não aceitará pagar este mico.
Governador Simão Jatene, por favor, faça alguma coisa urgente, use sua inteligência e a credibilidade conquistada nas urnas para evitar que mais pessoas, com as crianças de icoraci e o adolescente de Mosqueiro morram todos os dias, vítimas da violência urbana que se instalou no Pará e não é de hoje.

Comentários:

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |