Ricardo Teixeira se afasta da presidência da CBF

sexta-feira, 9 de março de 2012.
Esta tarde de quinta-feira é um dia histórico para o futebol brasileiro. Pressionado, o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, pediu afastamento do cargo por licença médica. Com isso, o dia 8 de marco de 2012 pode entrar para a história por causa do fim do mandato de Ricardo Teixeira no comando da CBF. Ao todo foram 23 anos e dois meses no cargo de comandante do nosso futebol.
Quem revelou o afastamento de Ricardo Teixeira, foi o presidente da Federação Paulista de Futebol, Marco Polo Del Nero. "A notícia da licença é natural. Já se tinha falado sobre isso muitas vezes. Não é nada de anormal. Não estipularam para mim o tempo de ausência", disse Del Nero aos canais ESPN.
Segundo o estatuto da entidade, Teixeira ficará dois meses longe da CBF, mas ele ainda pode tirar mais duas licenças, se necessário. De Nero ainda revelou que o o vice-presidente mais velho da entidade, José Maria Marín, assumirá o cargo deixado por Teixeira.
"Se ele é presidente, ele tem autonomia, de acordo com programação do presidente anterior. Ele vai seguir a mesma linha do presidente anterior, até por lealdade", disse Del Nero ao ESPN.com.br.
Teixeira pode ficar até seis meses longe da CBF. Isso apenas evidencia de que o ciclo de Teixeira na CBF acabou com um pouco mais de dois anos para o início da Copa do Mundo de 2014. Ainda não se sabe, se Teixeira voltará ao comando da CBF. Fonte: FUNET.

Comentários:

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |