Nossa triste realidade política

sexta-feira, 24 de agosto de 2012.

Por *Denize Sousa Pereira

Estamos na metade da campanha política para as eleições municipais de 2012, no entanto, o que podemos perceber é que nem todos os candidatos ainda conseguiram entender onde estão inseridos. O que muitos pensam é que se trata somente de uma condição momentânea, estão concorrendo a uma vaga na vida pública, sem na verdade ter noção da dimensão da responsabilidade a qual os espera. O que é uma pena, pois, o que temos visto são muitos candidatos, muita propaganda e pouca proposta, e ainda , quando tem, muitas vezes sem a devida consistência.   Vivemos um cenário que, ao que parece, muitos pensam que para se destacar basta ter condições financeiras para fazer seus nomes aparecerem de forma convincente como a melhor ou única opção aos eleitores para resolver os problemas do município. Temos candidatos de todos os tipos, ou ainda, que fazem tipo com nomes que em alguns casos chegam a ser até facetos, como se fossem apenas personagem para ser memorizado, a fim de fazer com que o eleitor não consiga tirar de sua cabeça, ajudado por seus jingles . Com todas essas coisas acontecendo dá pra perceber o real motivo do descrédito dos políticos perante o povo que já não leva mais política e muito menos os políticos a sério. Assim sendo, percebemos que fica muito difícil para um verdadeiro político, que realmente tem preparo e condições de nos representar em defesa de nossas causas, conviver com tamanha disparidade de intenção. Porém, com toda essa situação que não dificilmente causa indignação por parte das pessoas que realmente primam pela verdadeira política partidária, a responsável pela condução de nossos representantes ao poder, não poder pelo poder, mas o poder de poder fazer, de conquistar objetivos em prol à causa pública na busca da verdadeira execução da política pública para a satisfação de nossa sociedade. No entanto, esperamos que  essa conjuntura não seja motivo de desanimo para as pessoas, sejam eleitores ou candidatos, realmente empenhados e não desanimem de tentar fazer sua parte como cidadão com a consciência de que podem tentar mudar essa triste realidade não desistindo de sonhar e lutar para  realizar.  
Sobre o Autor:
Denize Sousa Pereira *Denize Sousa Pereira nasceu em Santa Izabel do Pará em 1964, Especialista em Gestão Pública, formada pela UNAMA, 2003 - Tema de preferência: Empreendedorismo na Gestão Pública. Denize escreve todas as terças para este Blog.

3 Comentários:

Franciéle Machado disse...

Realmente este texto foi bem verdadeiro e fala de coisas que pensei...o tempo de eleições possuem situações engraçadas e irritantes. Candidatos que jamais fizeram algo ou que sequer nunca se viu falar e ainda aqueles mesmos discursos de sempre. Sem falar nas músicas que eles tocam até em pleno domingo logo depois do almoço que seria um tempo de descanso ao cidadão. Temos que achar os candidatos que são mesmo bons, pois na aparência e nas belas palavras todos parecem....

Franciéle Machado disse...

Ótimo post!Um bom dia! =D

Abraço!

Tiago Sousa disse...

sem nada a acrescentar, um bom dia para vc também amiga blogueira!

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |