Vai Entender

sexta-feira, 26 de outubro de 2012.

Por Tiago Sousa*

A três anos na Blogosfera e mais três anos de academia posso dizer sem medo de errar que a grande maioria das pessoas que escrevem o fazem no vazio, vazio de palavras, vazio de sentido e conteúdo. Muitas palavras bonitas e poucas ações ou como diz uma música do grupo Teatro Mágico ♪Acredito que errado é aquele que fala correto e não vive o que diz♫ ou ainda emendando o enredo Cazuza com ♪tuas ideias não correspondem aos fatos♫.
É incrível como os que se dizem defensores dos direitos humanos são os menos humanos possíveis quando são deparados com um caso onde necessitam emitir opinião, por exemplo, gente que se diz defensor dos direitos humanos, mas quando vê uma matéria sensacionalista divulgada por alguém veiculo de comunicação é categórico quanto a pena que deve ser aplicado a quem cometeu um erro “mata, exclui, esse vagabundo não deveria viver, etc” já ouvi de um sujeito algo do tipo “tu defende essa gente porque nunca te atingiram ou a tua família” e depois o mesmo sujeito ficou posando de defensor dos diretos do homem em uma reunião que estive presente, pode um negocio desse?
E os “africanistas”, “defensores do direito do negro” ou “pregadores da igualdade racial” que são a favor dos “direitos” do negro desde que este não se interponha em seu caminho e isso se reflete em espaços próprios que marcam os traços culturais do negro no Brasil como a religião. É comum você vê por aí quem abomine a discriminação, mas basta um símbolo da religião de matriz africana se fazer presente para este sair desconjurando, abominando, satanizando, endemoninhando ou mesmo quando não incomumente se chega às vias de fatos da violência deixar de ser simbólica para passar a ser física, quantos e quantos terreiros invadidos e depredados por aqueles que posam de defensores da igualdade racial principalmente quando vê um caso na mídia tida como descriminação racial, mas basta ver um símbolo que identifique a raiz cultural do negro para torcer a cara.
O terceiro sujeito que eu relato aqui creio que é o pior de todos, pois posa de defensor dos direitos do oprimido e diz que odeia injustiças, mas é só enquanto não tem o poder de limar as pessoas, quando ele pode ser carrasco ele é, e vira um profissional nisto, é o melhor de todos. Quando vê que conquistou um pouquinho de credibilidade em alguma coisa usa do seu poder de persuasão para destruir com os outros que estão em seu caminho, ele não vê amigos, não vê família, é o mais covarde, estúpido e sujo dos homens. Não existe coisa que eu mais odeie do que a humilhação e a tirania e este cidadão é craque nisso e o pior de tudo é que ele se advogada de sua “inteligência” para maquiar, ocultar e tornar um pouco mais complicado de identificar a sua real intenção que é a qualquer custo conseguir os seus objetivos, destruindo vidas, acabando com a imagem de pessoas e jogando a moral das suas vitimas na lama se preciso. Este escroque tem o seu lugar ao sol, pois não existe bajulador profissional que não encontre semelhante que faço o mesmo desserviço a ele também.
Vai entender... Mas ao que parece todos nós passamos a vida inteira lendo e discutindo sobre ideias de pessoas que raramente seguiram eles mesmos aquilo que disseram ou escreveram a risca. Parece-me que tudo fica como naquele ditado “faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”.
OBS: quando trabalho com algumas categorias ou nomenclaturas aqui utilizadas, estou trabalhando com elas em um contexto e claro que não podemos generalizar, já que existem realmente pessoas que vivem as lutas com realidade e dedicação. 

Sobre o Autor:
Tiago Sousa
*Tiago Sousa Natural de Santa Izabel do Pará, é graduando do curso de Ciências da Religião – UEPA, Técnico em Turismo pelo CEFET-PA turma de 2005 e participa do Grupo de Pesquisa dos Movimentos Socais, Educação e Cidadania na Amazônia - GMSECA. Tiago é o administrador deste Blog, escreve apenas sobre política no Blog Política em Debate e Também escreve versos no Blog Verso Reverso

2 Comentários:

Prof. Adinalzir disse...

Sábias as suas palavras, meu amigo! Inclusive tem muita gente que fala demais e acabam não dizendo nada que se preste. Abraços, :-)

Tiago Sousa disse...

Tens razão amigo Adinalzir, o pior é ter que aturar as mil faces dessas criaturas, haja paciência!

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |