Depressão, álcool e livros.

terça-feira, 25 de abril de 2017.

Com o passar do tempo às coisas que mais te davam prazer parece que viram as vilãs de tudo o que está se passando contigo e tu começas a se perguntas por quê? Por que eu faço isso? Por que eu escolhi este caminho? Por que eu ainda me importo tanto com isso se é inútil? E dos questionamentos a completa inércia é só um passo. Quando vês já estais sem vontade de continuar com isso tudo; a bebida fica amarga e insalubre na boca, os livros se tornam um objetivo supérfluo e a leitura fruto de tua vaidade inútil como tu mesmo e se tudo é igualmente desnecessário para que continuar com isso?
A experiência com o bar é ainda pior porque olhas para os lados e vês pessoas, todas elas parecem felizes, algumas riem e se dão muito bem e você se pergunta “do que elas riem?” “por que esses sujeitos que não se gostam de fato parecem tão próximos?” “de onde veem toda essa satisfação?” e começas a perceber que todas elas são pessoas vazias e aquilo não passa de um êxtase momentâneo e quando passa torna a vida mais desgraçada e desnecessária o que faz com que todos estejam ali de novo para reiniciar o ciclo e continuar com o torpor...
E com o passar dos dias já não interessa mais abrir as cortinas, tomar banho? Pra que! Não precisa ver ninguém, não há nada que elas possam me dizer ou eu a elas e tudo o que tu queres é ficar quieto e parado em um lugar longe de tudo, longe de todos e perto apenas do nada.
O resgate dessa situação é o mais complexo. Eu que sempre me considerei forte, quase “invencível” me vi frágil e sujeito a desmoronar a qualquer momento. Tive que engolir o orgulho de mim e procurar o auxílio médico. Depois de um mês em tratamento, considero que se não tivesse feito isso provavelmente não estaria aqui escrevendo essas linhas.

O conselho que eu dou a você que pode estar passando por isso. Peça ajuda, se não ouvirem grite, fale alto e procure ajuda de um psiquiatra para poder iniciar o seu resgate também. 

Comentários:

 
Blog do Tiago Sousa © Copyright 2010 | Design By Gothic Darkness |